Páginas

Foliculite: como prevenir e tratar


O uso prolongado de calças apertadas, principalmente jeans, está entre um dos fatores que causam a foliculite. São aquelas bolinhas vermelhas, com ou sem pus, que aparecem principalmente no bumbum e na virilha para desespero da mulherada.


A foliculite nada mais é que uma infecção causada por bactérias. Quando usamos roupas mais grossas, a pele não consegue transpirar da forma correta e aí as bactérias se aproveitam dos pelos encravados.
As bolinhas que surgem como sinais da foliculite também podem aparecer por conta da depilação com cera ou com lâmina. Nesses casos, a inflamação não é causada pelas
bactérias e por isso é chamada de pseudofoliculite.

Como tratar a foliculite:

O tratamento para foliculite precisa ser feito com orientação de um especialista, geralmente são receitados antibióticos em comprimidos ou para serem aplicados no local atingido pela inflamação.
Os ácidos glicólico, salicílico e retinóico também são utilizados para tratar a foliculite. Estes medicamentos servem para melhorar o aspecto da pele e tratar o quadro agudo da foliculite.
Para ter resultados duradouros, o melhor mesmo é investir na prevenção da foliculite e tomar alguns cuidados para evitar que as bolinhas voltem a aparecer.

Como prevenir a foliculite:

Uma das maneiras de prevenir a foliculite é deixar a pele respirar. Evite usar roupas justas e de tecidos grossos com frequência, principalmente nos dias mais quentes.
A esfoliação é uma grande aliada quando o assunto é prevenir a foliculite e deve ser feita semanalmente. Se a pele estiver irritada e com os primeiros sinais da foliculite, é melhor não esfoliar para não agredir mais a pele.
Use cremes que possuam ingredientes como uréia ou ácido glicólico em sua composição. Se usados com freqüência, eles ajudam a desencravar os pelos.
Não há um método de depilação que seja ideal, mas a depilação definitiva a laser é uma das mais recomendadas já que diminui as chances do encravamento dos pelos e com isso, os riscos da foliculite são menores. Se precisar apelar para a lâmina, evite usá-la no sentido contrário ao crescimento dos pelos.

   


Nenhum comentário:

Postar um comentário